Apresentação

Com o objetivo de reunir agricultores familiares, técnicos, pesquisadores e autoridades governamentais para debater sobre inovações e demandas da agricultura familiar, será realizado no período de 21 a 24 de novembro, das 09h às 13h, na Estação Ciência Cabo Branco, o I Simpósio de Agricultura Familiar, promovido pelo IFPB e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD) e Fundação de Apoio ao IFPB (Funetec).

A programação será aberta no dia 21 com um coquetel às 19h, na Estação Ciência Cabo Branco e contará com a presença do Reitor do IFPB, Nicácio Lopes, do Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Jefferson Coriteac e do Governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

Na ocasião serão realizadas oficinas e rodas de conversa. Alguns dos temas tratados abordam sobre regularização fundiária, fortalecimento da política rural, pescado, turismo, novos mercados, parceria com organismos internacionais, empoderamento feminino na agricultura, dentre outros. As oficinas são gratuitas e ofertam 20 vagas.

A programação do Simpósio contempla a realização da Feira de Agricultura Familiar que trará produtores rurais familiares expondo seus alimentos e proporcionando aos visitantes a sua degustação, por meio de uma Cozinha Show.  A Feira de Agricultura Familiar será realizada no Busto de Tamandaré, das 16h às 22h.

Na ‘Cozinha Show’, diversos produtores apresentam receitas e soluções gastronômicas com a utilização de tudo que é oriundo da agricultura familiar. “Selecionamos agricultores que produzam alimentos saudáveis e orgânicos, e promovemos a divulgação deles através da Cozinha Show, com a produção de pratos utilizando tudo que foi exposto na Feira”, disse a Coordenadora Josi Batista. Seis chefes de cozinha participarão do evento.

“Serão cerca de 60 empreendimentos, oriundos de vários partes do Brasil, apresentando e comercializando seus produtos. O objetivo é proporcionar o acesso a novos mercados e divulgar os produtos e selos da agricultura familiar no Brasil e exterior”, afirmou a Coordenadora Girlene Formiga.

Os eventos integram a programação da I Feira de Economia Criativa realizado pela prefeitura municipal de João Pessoa, Sebrae Paraíba, com o aval da Unesco.


Local do Evento

O I Simpósio Internacional de Agricultura Familiar realizar-se-á na Estação Cabo Branco,ela possui um amplo Museu de Ciência onde o visitante pode aprender de forma interativa sobre robótica, astronomia e conceitos básicos de física e química, além de ter a oportunidade de observar os astros e estrelas de nosso Sistema Solar.

Endereço: Av. Almirante Tamandaré, 740 Tambaú - João Pessoa - Paraíba
 

 


Programação

SECRETARIA ESPECIAL DE AGRICULTURA FAMILIAR E DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO - SEAD

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA FAMILIAR

João Pessoa - PB, 21 a 24 de novembro de 2018.
 

 

21 de novembro 

18:00h - 19:00h

Credenciamento

Local: Estação Cabo Branco

19:30h

Abertura Oficial

Local: Estação Cabo Branco

Apresentação Cultural

Local: Estação Cabo Branco

Coquetel

Local: Estação Cabo Branco

16:00h - 22:00h

Feira de Agricultura Familiar

Local: Busto de Tamandaré

22 de novembro 

08:00h

Credenciamento

Local: Estação Cabo Branco

09:00h - 10:00h

Roda de conversa:

Dados Gerais da Agricultura Familiar
Hector Barreto, Julio Mandu e Esalq

Local: Estação Cabo Branco

10:00h - 11:00h

Roda de conversa:

Regularização Fundiária: Na Amazônia Legal. Terras Devolutas Estaduais
Otávio e Rafael Severo

Local: Estação Cabo Branco

11:00h - 12:00h

Roda de conversa:

Novos mercados para a Agricultura Familiar
Miguel Videira Monteiro e Dolores Monteiro (Quinta do Beijo - Portugal) e Josemar Ribeiro do Nascimento (Restaurante Vó Maria, Brasil) João Batista Pavesi Simão (IFES/Cafés Especiais do Caparaó - Brasil), Marinete Pavesi (Cafés Especiais do Caparaó), Afonso Lacerda (Café Forquilha do Rio), Rômul (IFES), Gianluca Caruso (Department of Agricultural Sciences, University of Naples Federico II Itália) e Humberto Azenha(Pamonha Gourmet - Brasil)

Local: Estação Cabo Branco

12:00h - 13:00h

Roda de conversa:

Parceria Organismos internacionais
FIIDA, FAO, PNUD, OEI

Local: Estação Cabo Branco

Oficina 1 :

Gosto, verdade e senso
Flávia Alves Mendonça Fioresi e Everton Fioresi Santanna           

Local: Estação Cabo Branco

Oficina 2 :

Agregando valor ao Pescado
Luciana Trigueiro e Maria de Fátima Lacerda (IFPB- Brasil)

Local: Estação Cabo Branco

16:00h

Entrega de veículos para a Emater/PB

Local: Busto de Tamandaré

16:00h - 17:30h

Cozinha show 1

Local: Busto de Tamandaré

16:00h - 22:00h

Feira de Agricultura Familiar

Local: Busto de Tamandaré

23 de novembro 

10:00h - 11:00h

Roda de conversa:

Identificação de origem de alimentos: novo selo da agricultura familiar (SENAF)
Vitor Correa, GS1 e Humberto Pereira

Local: Estação Cabo Branco

11:00h - 12:00h

Roda de conversa:

Mercados Institucionais e Associativismo e Cooperativismo.
Vitor Correa e Marcio Milan, PNAE, PAA.
Valmo Silva, Kleide e Vitor Correa / Anderson Simões e Marco Pavarino

Local: Estação Cabo Branco

12:00h - 13:00h

Oficina 1:

Gastronomia orgânica: do produtor à mesa
Carol Santos

Local: Estação Cabo Branco

15:00h - 16:00h

Roda de conversa:

Empoderamento feminino na agricultura
Elvira Maria Figueiredo Rêgo (Instituição Procase); Ana Paula de Souza Almeida - Docente IFPB e Maria do Carmo de Oliveira (O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú - Procase)

Local: Estação Cabo Branco

16:00h - 17:30h

Cozinha show 1

Local: Busto de Tamandaré

17:00h - 18:00h

Roda de conversa:

Experiências Exitosas e inclusão produtiva na Economia Solidária e Agricultura Familiar e Fortalecimento da Política Rural
Ana Paula de Souza Almeida - Docente IFPB, José de Anchieta Assis (Gerente Regional de Economia Solidária do Médio e Alto Sertão), Vanderson Carneiro (UFPB); SDR/CONDRAF - Kleber Viana e Pedro Correa

Local: Estação Cabo Branco

19:00h - 20:30h

Cozinha show 2

Local: Busto de Tamandaré

24 de novembro 

09:00h - 10:00h

Roda de conversa:

Políticas de crédito, PRONAF, Garantia SAFRA, Seguro SAFRA, PNCF
Francisco Erisma, Jose Henrique, Sergio Novo, Raquel Santori e Reginaldo Nascimento.

Local: Estação Cabo Branco

10:00h - 11:00h

Roda de conversa:

Pesca Artesanal e aquicultura e Reciclagem gastronômica
Weverton Silva; Humberto Pereira; Clet Laborde (Universida de São Inácio de Loyola - Usil - Institut Paul Bocuse PERU Peru) e Leo Coalhada (Brasil)

Local: Estação Cabo Branco

11:00h - 13:00h

Roda de conversa:

Assistência Técnica, ANATER, DATER, ASBRAER, MAPA
Valmisoney, Manoel, Anderson Simões e Presidente Asbraer

Local: Estação Cabo Branco

10:15h - 13:00h

Oficina 1 :

 Compostagem com Resíduos de Pescado
Pedro Paulo - IFPB

Local: Estação Cabo Branco

Oficina 2:

Reciclagem gastronômica
Clet Laborde (Universida de São Inácio de Loyola - Usil - Institut Paul Bocuse PERU Peru)

Local: Estação Cabo Branco

16:00h - 17:30h

Encerramento
Coffee Break Show

Local: Estação Cabo Branco

 
16:00h - 22:00h

Feira de Agricultura Familiar

Local: Busto de Tamandaré

 


Notícias

A Cidade

João Pessoa é surpreendente

O verão que dura quase o ano inteiro e pode ser aproveitado nos mais de 24 quilômetros de orla e o ponto mais oriental das Américas, localizado no Farol do Cabo Branco, que fica na praia de mesmo nome. Só esses dois atrativos já seriam suficientes para a cidade de João Pessoa se destacar na região Nordeste, mas a Capital paraibana tem muito mais belezas e encantos espalhados pelos seus 211 mil quilômetros quadrados, que surpreende os visitantes e os convidam a retornar.

Natureza, história, eventos, monumentos, gastronomia, artesanato e cultura estão presentes em praticamente todos os lugares da cidade, que abre as portas para o futuro com a Estação Cabo Branco Ciência Cultura e Artes, uma obra do arquiteto Oscar Niemeyer que se destaca no ponto extremo oriental na Praia de Cabo Branco. São mais de cinco mil metros quadrados de área destinados à promoção de eventos culturais e artísticos que movimentam a Capital. Inaugurada em 2008, a obra é um dos mais novos atrativos da cidade que impressiona os turistas tanto pela beleza quanto pela grandiosidade do monumento que foi erguido entre a reserva de Mata Atlântica e o mar.

O rico casario do Centro Histórico dessa que é a terceira cidade constituída mais antiga do Brasil leva o visitante para um passado distante, onde ele pode ver de perto construções em art-noveau na Praça Antenor Navarro, passando pela arquitetura colonial portuguesa no Centro Cultural São Francisco, erguido em 1589 e considerado um dos mais complexos barrocos do Brasil. Pela importância histórica as construções foram tombadas pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Esse passeio ao passado pode ser feito acompanhado por um guia, ou mesmo sozinho, já que a Capital oferece a sinalização de toda a rota para pedestres. Ao todo são 162 placas que trazem orientações básicas de percurso dos principais atrativos turísticos, além de informações sobre os monumentos situados na área. Os roteiros: ‘Cidade Alta’ e ‘Cidade Baixa’ revelam belezas como o Hotel Globo, onde é possível contemplar o Rio Sanhauá, local onde a cidade que foi fundada em 1585 nasceu, e Estação Ferroviária, Igreja de São Francisco, Parque Solon de Lucena, Praça João Pessoa e o Pavilhão do Chá.
No Parque Sólon de Lucena, cartão postal da cidade que está totalmente revitalizado é possível contemplar a obra ‘A Pedra do Reino’ monumento em homenagem ao gênio da dramaturgia e literatura o paraibano Ariano Suassuna.

A nova fonte luminosa encanta pessoenses e turistas diariamente com um espetáculo de luzes, cores e sons. O parque também serve de morada para várias garças brancas que voam tranquilamente em pleno Centro da cidade e se alimentam dos peixes que vivem na lagoa. Nesse local, o visitante pode constatar a pacifica convivência entre as pessoas e a natureza que está presente em praticamente todos os cantos da cidade.

A orla é um capítulo a parte, águas limpas e mornas convidam o turista ao um maravilhoso banho nas praias urbanas de Cabo Branco, Tambaú e Bessa. O passeio no calçadão, o ar puro e a sensação de que o tempo tem preguiça de passar são características da cidade onde o sol nasce primeiro.

Com 723.514 mil habitantes de acordo os dados divulgados pelo Censo IBGE em 2010, e 425 anos a Capital ainda guarda a tranquilidade das cidades do interior do Brasil e a hospitalidade que só o pessoense tem.


Contato

contato@simiaf.com.br

077E2

I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA FAMILIAR DA PARAÍBA