I Simpósio Internacional de Agricultura Familiar é aberto em João Pessoa



O I Simpósio Internacional de Agricultura Familiar foi aberto na noite dessa quarta-feira (21), na Estação Cabo Branco, em João Pessoa. Na oportunidade, diversas autoridades entre deputados e secretários prestigiaram o evento, que é promovido pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB), por meio da Secretaria Nacional de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), com apoio da Fundação de Apoio ao IFPB (Funetec).

As cadeiras do teatro da Estação Cabo Branco ficaram lotadas de diversas pessoas que, de uma forma ou de outra, sobrevivem da agricultura familiar. Professores, agricultores, secretários, fazendeiros e alunos, puderam participar do pontapé inicial do evento, que se estende até o próximo sábado (24). Para o engenheiro agrônomo, Wellington Costa, o simpósio é uma oportunidade de mostrar as várias formas da agricultura familiar. “É importante divulgar todos os segmentos, seja o contexto dos pequenos, como dos médio produtores. O simpósio é uma oportunidade muito boa”, comentou.

O reitor do IFPB, o professor Cícero Nicácio destacou a relevância do Instituto Federal da Paraíba na promoção do simpósio. “O foco é discutir com todos os atores que representam a agricultura familiar, e participam dessa atividade tão relevante para a economia. O IFPB, através do Pólo de Inovação, busca fomentar essas práticas para facilitar a produção e comercialização dos produtos. Tudo isso através de amplos debates entre pesquisadores, professores, alunos e agricultores”, revelou o gestor.

Secretário Nacional de Agricultura Familiar
Quem também compareceu à abertura do evento foi o secretário nacional da Sead, Jefferson Coriatec, que comentou sobre as perspectivas da agricultura familiar para o ano que vem com o presidente eleito Jair Bolsonaro. “Nós ainda não recebemos nenhum contato do Governo eleito, mas estamos no aguardo e esperamos que seja dada a continuidade às políticas de agricultura familiar. Porque existem muitas deles que são extremamente necessárias, então esperamos essa sensibilidade do novo governo”, disse Coriatec.

O secretário também destacou a importância do evento em uma esfera nacional. “Quase 70% do que consumimos vem de agricultura familiar. Então muita gente sobrevive da agricultura tanto dentro como fora do Nordeste. O simpósio é importante para mostrar um pouco o que o Governo vem fazendo pela agricultura familiar”, finalizou.

Principais beneficiados
O evento também teve espaço para os agricultores, principais beneficiados com as rodas de conversa que acontecerão no evento. Para Márcia Pereira, produtora de raízes e frutas do município do Conde, no Litoral paraibano, o evento é uma oportunidade de ampliar os negócios. “Hoje trabalhamos com venda institucional, apenas para escolas, mas eu espero que a partir do Simpósio a gente possa ampliar esses mercados”, comentou Márcia.


Poder público
A classe política compareceu ao evento, destacando a responsabilidade do poder público no tocante à agricultura familiar. As deputadas estaduais Estela Bezerra e Eliza Virgínia, além do vice-prefeito Manoel Júnior se fizeram presentes na abertura do simpósio. Estela Bezerra destacou a atuação do IFPB. “Valorizar a postura do Instituto em desenvolver a pesquisa, acompanhar e dar suporte a pequenas iniciativas de economia solidária, que são o principal caminho para que tenhamos um estado ainda mais sustentável”, afirmou.

Programação
O evento segue até o próximo sábado com rodas de conversa, palestras e oficinas voltadas para a produção e comercialização de produtos da agricultura familiar. A programação acontece de maneira gratuita na Estação Cabo Branco.

Ainda como parte das ações do IFPB no Projeto de Agricultura Familiar, uma feira agroecológica com produtos vindos da arranjos agrícolas familiares acontece durante os dias de evento a partir das 16h no Busto de Tamandaré. Na oportunidade, diversos chefes de cozinha irão desenvolver receitas utilizando os produtos que estarão a venda.



Organização: Funetec